Loading...

Parque do Queimado

Parque do Queimado

O Parque do Queimado, localizado no bairro da Liberdade, em Salvador, abrigou a sede da primeira empresa brasileira de captação, tratamento e distribuição de água, a Companhia do Queimado, fundada em 1852.

Em 1856, a companhia construiu o reservatório da Cruz do Cosme, primeiro em alvenaria do Brasil e com capacidade para três milhões de litros d’água. Em 1857, foram iniciadas as operações e, dois anos depois, em novembro de 1859, o local recebeu a visita da Família Imperial, o que dá pistas de sua relevância naquele contexto.

As estruturas construídas para a Companhia do Queimado são representantes da arquitetura fabril da época, construídas, com técnicas de alvenaria mista. O mais antigo do complexo, anterior à fundação da companhia, é a Fonte do Queimado, possivelmente construída em 1801 pelos jesuítas, com ornatos em ferro fundido vindos da França e pedras em mármore de Carrara.

O antigo terreno foi desmembrado e atualmente abriga diferentes equipamentos. Na parte superior funcionam o Museu Arqueológico da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), uma escola pública estadual e um Centro Social Urbano. A parte inferior, com mais de 10 mil metros quadrados e que passou a ser chamada de Parque do Queimado, foi cedida em 2014 para abrigar a sede do programa de Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (Neojiba).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Neojiba

Criado em 2007, o Neojiba é um programa do Governo do Estado da Bahia que busca o desenvolvimento e a integração social de crianças e jovens por meio da música. Atualmente atende aproximadamente 6.000 pessoas e se tornou uma das principais referências de educação musical do Brasil.

Sua estrutura organizacional conta com um total de 13 núcleos, sendo o Núcleo de Gestão e Formação Profissional (NGF), localizado em Salvador, e 12 Núcleos de Prática Musical (NPM), sediados em diferentes bairros da capital e em outros cinco municípios do estado.

Para o grande público, os resultados desse trabalho podem ser conhecidos principalmente por meio da Orquestra Juvenil da Bahia. Em 2019, após a finalização das obras, o NGF passará a funcionar no Parque do Queimado

Este slideshow necessita de JavaScript.

Projeto 

Este trabalho foi o primeiro caso em que o Instituto Pedra assessorou outra instituição para que ela fosse a proponente do projeto frente aos órgãos de patrimônio e de financiamento, garantindo que atendesse às normas e especificações exigidas pelo Iphan, Ministério da Cultura e BNDES.

Com sua expertise nos processos envolvidos, o Instituto Pedra apoiou o Neojiba tanto no desenvolvimento do projeto cultural e de arquitetura, para restauração do Parque do Queimado, quanto no gerenciamento da obra.

Além da obra de restauro, foi preciso realizar uma complexa adaptação para transformar o local em um dos mais modernos centros de educação musical do Brasil, formado por uma sala de espetáculos para música de câmara, com capacidade para 140 espectadores; prédio com saguão de entrada, bilheteria, loja, bastidores e depósito para instrumentos; além de outra edificação com 5 salas de ensaio, munidas de isolamento térmico e acústico, conforme projeto realizado pelo escritório B-O-V Arquitetos, sediado na Suíça, em parceria com a SKE Arquitetura e Urbanismo de Salvador.

Além do apoio na elaboração, aprovação e captação de recursos para o projeto, o Instituto Pedra foi responsável por realizar a seleção e contratação de empresa de construção qualificada para a restauração; a seleção do equipe de engenharia para fiscalização diária das obras; a supervisão das obras, com visitas mensais para decisões importantes; e a realização de pesquisa histórica e iconográfica sobre o Parque do Queimado, para embasar ações culturais futuras.

A construção da nova sede possibilita, segundo o Governo do Estado, a abertura de 120 novas vagas para jovens, além de gerar impacto na região, ao aumentar a circulação, abrir espaços para visitação e gerar empregos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Outros projetos.

pt_BR